[ editar artigo]

“Temos o desafio de mudar a forma de pensar num setor muito tradicional”

“Temos o desafio de mudar a forma de pensar num setor muito tradicional”

Nicolaos Theodorakis, do Noah | Wood Building Design, é um dos debatedores convidados para o evento “Arquitetura do Amanhã: Projetando negócios sustentáveis”, nesta quinta-feira, 11 de março, às 16h, via Youtube. As inscrições são gratuitas e limitadas

Quem não se adaptar ao “novo normal” no mercado de construção civil ficará para trás. Parece um tanto óbvia a fala de Nicolaos Theodorakis, da Noah / Wood Building Design, porém o setor é um dos mais conservadores acerca das mudanças impactadas pelas novas tecnologias, sistemas construtivos e práticas de sustentabilidade. 

“O mercado imobiliário brasileiro tem amadurecido ano a ano para a sustentabilidade, principalmente na questão climática. Muito se fala sobre sustentabilidade na operação dos prédios, mas pouco se fala na construção. O setor é responsável por 49% das emissões de CO2 no planeta, sendo a operação dos prédios responsáveis por 28% das emissões de CO2 e a etapa da construção responsável por 21%”, situa o empreendedor.

Os números preocupantes não param por aí. Segundo Nicolaos apenas o aço e o concreto, os dois produtos mais utilizados no segmento, são responsáveis por 11% das emissões de CO2 no planeta. O alarme vermelho sinaliza que passou da hora do setor se conscientizar do impacto gerado e se preparar para o crescimento populacional das próximas décadas, repensando a forma de construir. 

“Novas tecnologias, como o uso da madeira em construções verticais e técnicas construtivas e a industrialização da construção, vêm para diminuir esse impacto da construção no meio ambiente. Apresentando não só produtos que reduzem a emissão, ou mesmo, sequestram carbono. Mas também trazem maior previsibilidade de uso de materiais e, consequentemente, menor desperdício”, complementa Nicolaos.

O CEO da Noah | Wood Building Design leva sua perspectiva acerca do assunto para o painel “A sustentabilidade possível: desafios e oportunidades na arquitetura”, no evento on-line “Arquitetura do Amanhã: projetando negócios sustentáveis”, que será realizado nesta quinta-feira, 11 de março, a partir das 16h.

"Temos ainda um grande desafio de mudar a forma de pensar e inovar num setor muito tradicional. Porém, mesmo sendo um dos últimos setores a buscar e investir em novas tecnologias, isso tem mudado recentemente e muitos investimentos têm ajudado na transformação do setor. A industrialização da construção, por exemplo, já é uma realidade e quem não se adaptar a ela vai ficar para trás. Novos players surgirão trazendo conceitos e formas mais eficientes. Quem conseguir aliar tudo isso com a sustentabilidade vai ser a empresa do futuro, não tenho dúvida nenhuma”, comenta Theodorakis.

Promovido pelo Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora), com o Núcleo da Madeira e a AMATA, o evento “Arquitetura do Amanhã: projetando negócios sustentáveis” quer envolver o setor na discussão e, ao mesmo tempo, traçar um panorama sobre a sustentabilidade no mercado. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no link: https://www.imaflora.org/cursos-eventos/a1h2G000007n7wUQAQ

 

Sobre o Imaflora

O Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora) é uma organização sem fins lucrativos, criada em 1995 sob a premissa de que a melhor forma de conservar as florestas tropicais é dar a elas uma destinação econômica, associada a boas práticas de manejo e à gestão responsável dos recursos naturais. O Imaflora busca influenciar as cadeias produtivas dos produtos de origem florestal e agrícola, colaborar para a elaboração e implementação de políticas de interesse público e, finalmente, fazer a diferença nas regiões em que atua, criando modelos de uso da terra e de desenvolvimento sustentável que possam ser reproduzidos em diferentes municípios, regiões e biomas do país.

Mais informações: www.imaflora.org 

Programação:

 

16h00 – Abertura e boas vindas

            Leonardo Sobral  (Gerente florestal do Imaflora)

            Marcelo Aflalo (Presidente do Núcleo da Madeira)

 

16h10 – Arquitetura no século XXI: uma visão do mercado Global

                Lua Nitsche (Nitsche Arquitetos)

                Ana Belizário (Gerente de Projetos e Novos Negócios da AMATA)

                Moderação: Olavo Kucker Arantes (Presidente do CBCS)

 

17h10 – A sustentabilidade possível: Desafios e oportunidades na arquitetura 

               Hélio Olga (ITA CONSTRUTORA) 

               Nicolaos Theodorakis (Sócio fundador da Noah)

               Moderador: Fernando Mungioli (Publisher da Arco Editorial)

 

 18h00 – Encerramento

 

Duração

Das 16h00 às 18h10

 

Local

https://www.youtube.com/Imaflora

Movimento TOPVIEW
Ler conteúdo completo
Indicados para você