[ editar artigo]

Brasil (re)descoberto 02 - Nossas raízes nos tornam originais, como as de Sergipe

Brasil (re)descoberto 02 - Nossas raízes nos tornam originais, como as de Sergipe

No segundo episódio da websérie Brasil (re)descoberto, gravada em Casa com profissionais que estão colhendo destaque por defenderem a expressão brasileira de suas regiões, vamos viajar para as inspirações do estado de Sergipe e sua capital, Aracaju, com uma arquiteta sensível e que trouxe para São Paulo em seu escritório de arquitetura, com dois sócios, a arte e amor do nordeste para a vida das pessoas.

A arquiteta Kika Mattos

Nordestina, sócia da Triart Arquitetura, apaixonada por lugares, cantinhos e coisas charmosas, Kika Mattos, arquiteta e urbanista, já começa elegendo três coisas que tornaram pra ela destaques desde que a quarentena teve início, em 2020:

1) Minha cidade Aracaju, toda vez que eu ia sentia uma alegria enorme;

2) Meu apartamento nunca fez tanto sentido, as cores, a luz que entra e as plantas;

3) O contato com a natureza, se já sentia a necessidade antes, agora, então, isso ficou mais acentuado.

Kika em seu apartamento, em São Paulo/SP.

Entre projetos de arquitetura, sua principal atividade junto aos sócios André Bacalov e Marcela Penteado, do escritório que vê a arquitetura como um encontro entre razão, arte e emoção, Kika também ensina sobre produções na área, com o perfil @loveprodu . Para ela, a leitura, pesquisa e estudo são importantes para qualquer coisa que se pretende aprender e se aprofundar, como a produção para fotos. Ela sempre fala que não existem coisas bregas, tudo é a forma com que se usa.

"Então não tenha medo de errar! É arriscando que as coisas mais criativas surgem. Eu acredito muito em uma produção original, autoral, então sempre falo para meus alunos irem fundo nas suas origens e trazerem elas nos seus projetos. Nada como nossas raízes para tornar algo original", afirma a arquiteta.

 

 

Fotos Gabriela Daltro

Um dos destaques em uma de suas produções é o uso totalmente funcional, como as frutas usadas na última foto, usadas diariamente pelos proprietários da casa de praia em Aracaju, Sergipe. 

As cestarias são algo bastante visto no artesanato local. Conta Kika, que cresceu com essa cultura local e vendo sua avó e mãe misturarem esses objetos com outros que elas traziam da Europa, ficando algo bem bacana, na sua opinião, e comprovados em uma mistura original e única.

"Deve ter sido daí que saiu esse amor por garimpar! Rsrs", brinca a arquiteta.

 

Veja também a entrevista exclusiva sobre o tema

 

O sertão e a expressão na casa das pessoas

Para a sergipana, a simplicidade do sertão é muito rica, as suas cores, texturas, rendas e pessoas são sinônimos de força.

Ela afirma que essa região é muito pouca olhada e torce muito para que as pessoas olhem com multiplicidade, assim como as pessoas, múltiplas. 

Como ela, que hoje se destaca na arquitetura principalmente em projetos na capital paulista, muitas pessoas saíram do nordeste brasileiro para vencer na vida, e assim o fizeram. Porém, poucas retornam de onde realmente se originaram para levar este possível novo olhar a fim de (re)construir a cultura, comportamentos e histórias locais, encontradas nas pessoas que continuaram por lá, mantendo as tradições vivas.

"Sempre tive uma ligação com o Rio São Francisco, e recentemente fiz uma viagem para Piranhas (Alagoas) onde toda vez que volto me encanto mais ainda com o nosso Sertão", ilustra Kika Mattos.

Aproveitando a fala da arquiteta, uma excelente oportunidade de (re)descobrir nosso país é realmente se importar com a história local de onde viemos, ou, se ainda estamos, onde nascemos neste país, das origens das cidades e estados de onde moramos, buscando conhecer mais o interior, litoral, se houver, os povos que da época colonial deixaram registros econômicos de como as nossas regiões/cidades se desenvolveram, resgatando para impulsionar adiante. 

Cada região brasileira tem características especiais, da forma com a qual foram constituídas. O nordeste traz uma ligação forte com o sertão, o norte, com a floresta, o centro-oeste com o agronegócio, o sudeste com a industrialização e o sul com os encantos trazidos principalmente pelas culturas imigrantes europeias. 

 

Ser Brasileiro é ser múltiplo, diferente, único. É ser alegria no meio do caos e explosão de cor no meio da escuridão. E a brasilidade para mim é algo original, raiz, sem precisar falar já diz quem você é, expressa Kika ao ser perguntada sobre ser brasileiro e nossa brasilidade.

 

Foto Gabriela Daltro. Equipe TRIART Arquitetura.

Como dito no começo deste texto, a arquitetura para o escritório TRIART Arquitetura é o encontro entre razão, arte e emoção. Os três sócios coordenam a transformação da necessidade humana de abrigo em espaços de convívio que honram a funcionalidade, o não óbvio e a sensibilidade, comprovadas nas fotos de seus projetos e mostras.

André, Kika e Marcela produzem arquitetura cotidianamente com praticidade e organização.

"Nos conectamos com o projeto, mas especialmente com quem vai viver aquele projeto. Sabemos da nossa responsabilidade de humanizar as soluções que sugerimos. Ficamos satisfeitos com o resultado do nosso trabalho que revela em cada detalhe a nossa linguagem, respeitando a singularidade de cada pessoa e de cada forma de se ocupar espaços".

Foto por habitado.projeto

Sobre as mudanças recentes das pessoas e o reflexo nos espaços onde ocupamos, o trio acredita que as pessoas começaram a olhar mais para dentro, assim como para seus lares também.

"O ambiente onde vivemos é essencial para recarregar nossas energias e nos fortalecer para o dia a dia. Acreditamos que tudo na vida é orgânico, e na arquitetura não é diferente. É bom estar sempre buscando mudar, mas sem perder a essência e valores"

 

A criativa Marcela Penteado:

“Seja criativo, invente, faça diferente, porque o óbvio todos fazem”

O descontraído e leve André Bacalov:

“A vida imita a arte”

A determinada Kika Mattos:

“Um sonho sonhado sozinho é um sonho. Um sonho sonhado junto é realidade”

Foto de Renato Navarro dos sócios André Bacalov, Kika Mattos e Marcela Penteado

Reveja o episódio anterior sobre Belém do Pará, CLIQUE AQUI ou na imagem abaixo

 

A Boulle Móveis apoia esta websérie

Comigo, apresenta este episódio a Boulle Móveis de Fundamento, totalmente preocupada com a expressão da nossa brasilidade através de nossas madeiras. Conheça mais em um episódio sobre ela: 

 

Movimento TOPVIEW
Adriano Tadeu Barbosa
Adriano Tadeu Barbosa Seguir

Sou um profissional do pensamento e da prática, um comunicador que busca movimentos do Mercado de Luxo para diferenciar pessoas no Marketing Pessoal, desde 2006, com aprovações nacionais e internacionais e conteúdos em diversos formatos.

Ler conteúdo completo
Indicados para você